Método Natural acaba com a Dor Ciática em 20 Minutos

Diga Adeus a Dor Ciática em 20 Minutos Com Este Método Natural simples de fazer. Além disso, Este tratamento funciona em quase 100% dos casos. Certamente você sofre ou conhece alguém que sofre de dor ciática.

 

Essa dor é insuportável e na maioria dos casos onde são feitas massagens a dor sempre volta.

 

Porém este tratamento tem a aprovação de quase todas as pessoas que o fizeram. Faça o tratamento e tire sua própria conclusão.

 

O nervo ciático geralmente começa na parte mais baixa das costas, e se espalha pelas nádegas em direção das pernas.

 

A dor neste nervo é bastante desagradável. Geralmente quem sofre com a dor no nervo ciático tem dor crônica, pernas pesadas, formigamento e desconforto para se sentar.

dor-lombar-1024x683-1024x683 Método Natural acaba com a Dor Ciática em 20 Minutos

O que causa dor no nervo ciático

A dor no nervo ciático acontece quando este nervo sofre uma compressão, o que é comum quando a pessoa possui hérnia de disco lombar, especialmente entre L4 ou L5, um aperto do canal onde passa a medula, um desalinhamento de uma vértebra, ou quando possui um aumento do tônus e da firmeza do glúteo, por exemplo.

 

Mulheres que praticam atividade física na academia e tem o bumbum muito trabalhado, podem ficar com dor ciática porque houve uma aumento do tônus ou, até mesmo, se desenvolveu uma contratura no glúteo, mais especificamente no músculo piriforme.

 

Cerca de 8% da população mundial sofre com dor ciática porque nelas as fibras do nervo passam por dentro do músculo piriforme, e este quando está muito tenso ou com contratura, comprimem o nervo, levando ao surgimento da dor em forma de dormência, choque ou formigamento. Saiba identificar a síndrome do piriforme.

 

Nervo ciático inflamado na gravidez

Durante a gravidez é comum o nervo ciático ser afetado devido ao rápido aumento de peso, crescimento da barriga e alteração do centro de gravidade da mulher, o que pode levar à compressão deste nervo. Quando isto acontece, a grávida deve procurar um médico ou fisioterapeuta, para iniciar o tratamento e minimizar os sintomas apresentados. O tratamento pode ser feito com exercícios de alongamento, compressas quentes e pomadas antiinflamatórias para passar no local da dor.

nervo-ciático2 Método Natural acaba com a Dor Ciática em 20 Minutos

Como Tratar a Dor Ciática:

Antes de tudo aconselhamos o acompanhamento de um bom médico para investigar as causas e definir o melhor tratamento para você. E como complemento disto, você pode testar o tratamento que vamos te apresentar agora:

 

Faça isso a noite, antes de deitar para dormir.

  1. Pegue um balde de 20 litros, e coloque água quente até a metade.
  2. Ponha a água na temperatura mais quente possível, que você suportar colocar os pés.
  3.  
  4. Depois acrescente um punhado de sal (uma mão sua cheia de sal) e meio litro de vinagre de maçã.
  5. Misture bem todos os ingredientes.
  6. Agora coloque os pés dentro do balde e os mantenha lá até que a água esfrie.
  7. Isso pode levar de 20 a 35 minutos.
  8. Ao tirar os pés, enxugue-os e coloque uma meia.
  9. Agora vá direto para a cama.
  10. Não encoste os pés no chão, sem uma meia ou sem o uso de um chinelo!
  11. Mantenha seus pés aquecidos.
  12. E se preferir durma com a meia, ou uma toalha para deixá-los aquecidos.
  13. No dia seguinte, pela manhã, não coloque os pés no chão frio.
  14. Use pelo menos um chinelo sempre que andar.

Faça isso nas primeiras 24 horas.

Para tomar banho, se possível use um chinelo também.

Faça isso uma vez por mês ou pelo menos 1 vez a cada 6 meses.

Hipertensos não devem fazer este tratamento. Porém se optarem por fazer, use o sal rosa do Himalaia.

 

Como evitar que a dor volte

 

Fazer regularmente alongamentos, que estiquem os músculos das pernas e a coluna. 

Evitar o sedentarismo e praticar regularmente atividades como caminhada, Pilates ou Hidroginástica que fortalecem e alongam os músculos;

Tentar manter a postura das costas correta mesmo quando sentado;

Estar sempre dentro do peso ideal;

Manter o abdômen sempre forte para proteger a coluna.